Início Biografia Baby & Pepeu Novos Baianos
 
Discografia Solo


O que vier eu traço [1978]


Pra Enlouquecer! [1979]


Ao Vivo em Mountreux [1980]


Juntos de Novos [1981]


Canceriana Telúrica [1981]


Cósmica [1982]


Esperando Você [1983]


Kryshna Baby [1984]


Sem Pecado e Sem Juízo [1985]


Ora Pro Nobis [1991]


Um [1997]


Acústico [1998]


Ano 2000 [2000]


Exclusivo para Deus [2000]


Geração Guerreiros do Apocalypse [2012]


Baby Sucessos [2015]


Discografia Paralela [...]










 





- LP Pra Enlouquecer! (1979)


1. Ziriguidum
(Jadir de Castro)
2. Menino do Rio
(Caetano Veloso)
3. Lá vem o Brasil descendo a ladeira
(Pepeu Gomes/ Moraes Moreira)
4. Apanhei-te cavaquinho
(Ernesto Nazaré/ Benedito Lacerda/ Ubaldo)
Participação Especial: Ademilde Fonseca
5. Papo de anjo
(Rita Lee/ Roberto de Carvalho)
6. Pra enlouquecer
(Pepeu Gomes/ Baby Consuelo)
7. É amor (Is this love)
(Bob Marley - Versão: Baby Consuelo)
8. Receita pra sambar
(Luciano Alves/ Pepeu Gomes/ Baby Consuelo)
9. Assanhado
(Jacob do Bandolim/ Baby Consuelo)
10. Eu penso e passo
(Moraes Moreira/ Galvão/ Pepeu Gomes)
11. Varinha de condão
(Pepeu Gomes/ Paranahansa Yogananda)



1. Ziriguidum
(Jadir de Castro)

Ziriguidum,
Ziriguidum
Meu coração bate num teleco-teco
Teleco-teco, teleco-teco, teleco-teco

Na perna, tranque, amarre, puxe e largue
Como no futebol
A onda vai, vai, vai
A onda vai, vai, vai
E balança mais não cai
E o samba continua
Na base do Ziriguidum

Abre a roda, moçada
Vai entrar mais um



2. Menino do Rio
(Caetano Veloso)

Menino do Rio
Calor que provoca arrepio
Dragão tatuado no braço
Calção, corpo aberto no espaço
Coração de eterno flerte
Adoro ver-te
Menino vadio
Tensão flutuante do rio
Eu canto pra Deus proteger-te

O Hawaí
Seja aqui
Tudo o que sonhares
Todos os lugares
As ondas dos mares
Pois quando eu te vejo
Eu desejo o teu desejo



3. Lá vem o Brasil descendo a ladeira
(Pepeu Gomes/ Moraes Moreira)

Quem desce do morro
Não morre no asfalto
Lá vem o Brasil descendo a ladeira
Na bola, no samba, na sola, no salto
Lá vem o Brasil descendo a ladeira
Na sua escola é a passista primeira
Lá vem o Brasil descendo a ladeira
No equilíbrio da lata não é brincadeira
Lá vem o Brasil descendo a ladeira

E toda cidade que andava quieta
Naquela madruga acordou mais cedo
Arriscando um verso, gritou o poeta
Respondeu o povo num samba sem medo
Enquanto a mulata em pleno movimento
Com tanta cadência descia a ladeira
A todos mostrava naquele momento
A força que tem a mulher brasileira



4. Apanhei-te cavaquinho
(Ernesto Nazaré/ Benedito Lacerda/ Ubaldo)
*Participação Especial: Ademilde Fonseca

Ainda me lembro
Do meu tempo de criança
Quando entrava numa dança
Toda cheia de esperança
De chinelinho e de trança
Com Mané e o Zé da França
Nunca tive na lembrança
De rever esse chorinho

E hoje ouvindo nesse choro
A voz do Pinho
Relembrando o bom tempinho
Da mamãe e do maninho
Hoje sou ave sem ninho
Sem família e sem carinho
Mas sou bem feliz ouvindo
O apanhei-te cavaquinho

Hoje cantando o apanhei-te cavaquinho
Fico louca, fico quente
Fico como um passarinho
Sinto vontade de cantar a vida inteira
Ai, essa vida eu levo de qualquer maneira
Ouvindo a flauta, o cavaquinho e o violão
Sinto que meu coração
Tem a cadência de um pandeiro
Esqueço tudo e vou cantando o ano inteiro
Esse chorinho que é muito brasileiro



5. Papo de anjo
(Rita Lee/ Roberto de Carvalho)

Papaparicando um papo de anjo
Pé-de-moleque malandro
Papaparicando parecendo o tal
No meio de baile de carnaval
Cupido flechou meu coração
Menino você é um artesão
Seu rei mandou falar de amor
Agora eu sei qual o sabor que tem



6. Pra enlouquecer
(Pepeu Gomes/ Baby Consuelo)

Pra enlouquecer
Esse mundo é uma barra
De enlouquecer
Pra enlouquecer
Ter bebê e ser bebê
É de enlouquecer

Ter e ser bebê
Não vá enlouquecer
Não deixe que esse mundo
Consiga te endurecer
Procure o menino
Que há dentro de você
Que o mundo não seja somente
Pra você viver

Encare como uma grande jornada
E todo mistério se desvendará
No dia em que você chegar

Sonhada, terra sonhada por ti



7. É amor (Is this love)
(Luciano Alves/ Pepeu Gomes/ Baby Consuelo)

Tô te amando
E quero você pra mim
Pra te amar todo dia
E toda noite também
E ficar junto
Vivendo no mesmo lugar
Dividindo tudo
Dividindo o teto
A minha cama de solteiro
E Deus mandará o pão

É amor, é amor, é amor
É amor que eu sinto
É amor, é amor, é amor
É amor que eu sinto



8. Receita pra sambar

Se você tá afim
De aprender a sambar
Preste atenção
Eu vou te ensinar
Dê um passo curtinho pra trás
Repita o mesmo com o outro pé
Cuidado, malandro
Pra não sair do lugar
Molejo nas pernas
Pra poder gingar
Balança as cadeiras
Prum lado, pro outro
Pra remelexê
Solte os braços no compasso
Pra cadenciar
E deixe a magia do samba
Enfeitiçar você
Que eu quero ver
Ai, eu quero ver
Quero ver você
Mostrar como o que
Para quem quiser ver
Para quem quiser ver
O que é o Brasil



9. Assanhado
(Jacob do Bandolim/ Baby Consuelo)

Sim, tô sim
Tô assanhada pra cantar assim
Sim, tô sim
Tô como um cavaquinho e um bandolim
Desafiando notas num duelo de bambas
Num choro de quintal
Ou numa roda-de-samba
Manda pra mim
O sete-cordas, o bumbo e o tamborim
Não esqueça o pandeiro
Que é pra incrementar
O regional brasileiro
Improvisando nesse samba-choro
Vou aprendendo assim a envolver,
A me esquecer, a me soltar
Nessas divisões tão brasileiras
Balanço contagiante que domina
E que me faz criar
E é com vocês cavaquinho, bandolim,
Pandeiro, bumbo, sete-cordas, tamborim
Que arriscando fui brincando
Pra cantar, cantar
É só o que quero cantar
E tô assim, fiquei assim
E vou assim, cantando assim
E vivo assim
Cantando assim
Soltinho assim
Dengoso assim
Cantando assim
Chorando assim
Gostoso assim
Vou revirando, misturando
Sacudindo, brincando
Vou inventando notas, melodias
Como um assanhado bandolim
Desafinando um danadinho cavaquinho



10. Eu penso e passo
(Moraes Moreira/ Galvão/ Pepeu Gomes)

As janelas dos apartamentos
Lentas lentes de aumento
Nelas o espaço traça um traço
Entre eu e meu coração
Da janela do avião
Meu olho corre o chão
Da janela pau e vidro
Pânico, lindo olhar

Meu olho é meu pé
Eu penso e passo
Meu corpo
Meu corpo de pé
Corta o espaço
Eu já posso morrer amanhã
De novo, eu vento
Pó e povo



11. Varinha de condão
(Pepeu Gomes/ Paranahansa Yogananda)

Pela varinha de condão
Da intuição
Pela varinha de condão
Da intuição

Presente, passado
Já não existem mais
Planetas, estrelas,
Poeiras de Constelações
Globo terrestre
Iaiaiaia...

Pela varinha de condão...

Tudo assimilei
Tudo transmutei
No vasto oceano
Do meu próprio ser
Eternidade
Um facho de união
Iaiaia...

A humanidade
Toda folhinha de erva
Raiva, ambição
O bem e o mal
Já não existem para mim
Não existem para mim

Pela varinha de condão
Da intuição
Um facho de união
Um facho de união








 

 

Discografia com
Novos Baianos


É Ferro na Boneca [1970]


Compacto Duplo [1971]


Novos Baianos + Baby Consuelo no
Final do Juízo [1971]


Acabou Chorare [1972]


Novos Baianos FC [1973]


Novos Baianos [1974]


Vamos pro Mundo [1974]


Caia na estrada e perigas ver [1976]


Praga de Baiano [1977]


Farol da Barra [1978]


Trio Elétrico Novos Baianos [1979]


Infinito Circular [1997]






Páginas


Site Oficial Baby do Brasil

Site Fã Portal SNZ

Site Oficial Sarah Sheeva

Site Fã Sarah Sheeva

Site Oficial Nãna Shara

Site Fã Nãna Shara

Site Oficial Zabelê

Site Fã Zabelê






Acessos




 


Essa página é uma homenagem a cantora Baby do Brasil | Criação e atualização da página pelo fã João Rossi © 2005 ℗ 2015